Brasil precisa entrar nas discussões e se preparar para a mobilidade autônoma,...

Brasil precisa entrar nas discussões e se preparar para a mobilidade autônoma, diz especialista

Foto: Camilo Adas/Linkedin

Enquanto a mobilidade autônoma vem sendo amplamente discutida em vários países da Europa e nos EUA, esse assunto ainda não recebeu a devida atenção no Brasil. Por conta desse fato, o gerente sênior Produtos Caminhões da Mercedes-Benz do Brasil, Camilo Adas, instigou a plateia presente no “Manhãs de Tecnologia SAE Brasil”, composta majoritariamente por engenheiros e profissionais que atuam na área de transporte, a se mobilizar e entrar também nessa discussão no âmbito nacional. O evento organizado pela SAE Brasil começou na manhã de hoje (19 de outubro) e vai até amanhã, como parte da programação da FENATRAN 2017. Neste primeiro dia, o tema principal girou em torno da tecnologia nos caminhões autônomos e elétricos e seus desdobramentos.

Adas relatou que a Mercedes-Benz desenvolve vários projetos de caminhões elétricos e em adiantado processo para se tornarem autônomos em áreas urbanas na Europa, como o “Urban eTruck”, disponibilizado no começo deste ano para testes com clientes. Ele afirmou que a tecnologia existente hoje para equipar veículos de carga dando-lhes autonomia não significa necessariamente o fim da função do motorista, uma vez que este deverá permanecer no seu posto. “O que existe é um sistema que serve para auxiliar o profissional, pois imagine o desgaste físico depois de dirigir mais de seis horas e poder relaxar acionando a direção autônoma enquanto o veículo trafega normalmente com segurança”.

De toda forma, continuou Adas, infelizmente o Brasil não está preparado para desenvolver veículos autônomos que possam trafegar com segurança pelo país. Segundo ele, faltam engenheiros qualificados e, sobretudo, condições em infraestrutura, haja vista que de todas as estradas brasileiras, apenas cerca de 12% são pavimentadas, e metade destas ainda estão em situação muito ruim. “Se a gente não começar a pensar junto com o governo como fazer para termos a mobilidade autônoma, discutindo inclusive suas questões éticas e legais, vamos apenas assistir o avanço dos outros países nessa área”, ressaltou.

A FENATRAN 2017 acontece até o dia 20 de outubro em São Paulo. O credenciamento é gratuito e continua disponível para profissionais do setor.

Para mais informações, acesse: http://www.fenatran.com.br/

 

Facebook Comments