“O setor de bebidas precisa de uma injeção de ânimo”: confira a entrevista com Daniel Pereira sobre o próximo BCB São Paulo

Daniel Pereira - Gerente de Produto - BCB São Paulo

Fortalecimento do delivery, intensificação da presença de todos no ambiente digital e crescimento da adoção do home office,são apenas algumas das mudanças trazidas com a pandemia de coronavírus, e que chegaram para ficar. Depois de tantos desafios enfrentados durante o momento atípico, o setor de bebidas, terá que compreender quais são os melhores caminhos a serem seguidos no período pós-pandemia, no “novo normal”, e é por isso que a missão do Bar Convent São Paulo de sempre conectar todos os profissionais deste mercado, e oferecer conteúdo atual e de qualidade, ganha ainda mais importância.

Ao abordar sobre o papel do evento físico de contribuir com o reaquecimento do setor de bebidas, o Gerente de Produtos do BCB SP, Daniel Pereira, explica de que forma o novo cenário será debatido pela feira.

Confira a entrevista:

BCB SP: Após um longo período de isolamento e restrições por conta da pandemia de coronavírus, o BCB SP irá conectar fisicamente marcas e profissionais do setor de bebidas. Qual a importância desse reencontro para cada um dos envolvidos após tantas mudanças ocorridas no mercado?

DP: Com a chegada da pandemia, o mundo dos negócios se transformou, e, com seu fim, teremos um novo cenário. Dessa maneira, profissionais e negócios precisam se atualizar. O olho no olho é algo importante para as marcas, inclusive depois de tanto tempo tendo contato com os consumidores apenas em ambiente digital. O reencontro contribuirá para fortalecer o mercado.

O setor de bebidas precisa de uma injeção de ânimo e tenho certeza que o BCB SP trará grandes oportunidades para os profissionais. A primeira edição foi um sucesso e estamos trabalhando em cada detalhe para que a deste ano seja um marco na história do mercado, dos expositores e de todos os envolvidos, incluindo a própria organização.

BCB SP: Levando em conta a mudança de cenário que a pandemia trouxe, quais estratégias serão utilizadas pelo BCB SP para conectar de forma efetiva marcas e profissionais durante os dias de evento?

DP: O elemento principal será a segurança sanitária. Os profissionais precisam ter a garantia de que estarão participando de um evento seguro para, assim, se sentirem confortáveis para se conectarem de forma física. Outro ponto importante é que estamos trabalhando sem fronteiras de forma mais intensa com os outros BCBs (Brooklyn e Berlin), e as trocas de ideias resultarão em grandes oportunidades para profissionais do setor.

Temos a Carolina Oda como Embaixadora e o Marco De la Roche como o Diretor de Conteúdo do evento e os dois estão empenhados para que o BCB SP traga conteúdo de altíssima qualidade. Além disso, levando em conta o fato de todos estarem cada vez mais conectados, teremos um planejamento digital que englobará todos os profissionais da cadeia fornecedora, algo inédito no segmento de feiras e eventos no Brasil.

BCB SP: Como o novo cenário pós-pandemia será representado no evento?

DP:  O evento físico vai se adaptar ao novo cenário, principalmente no que diz respeito à segurança. Além disso, o BCB SP trará um rico conteúdo, uma estrutura maior em comparação com a edição de 2019 e expositores e palestrantes de alta qualidade. O conteúdo será focado em tendências, novidades e tudo o que os profissionais do setor de bebidas precisam saber no momento para direcionamento e tomada de decisão.

BCB SP: Por que o evento físico poderá ser considerado um direcionador de como profissionais deverão atuar no mercado após um período tão atípico?

DP: Estamos trabalhando para que o BCB SP traga diversas oportunidades de negócios, sendo repleto de trocas de experiências, principalmente depois de um período tão complicado. Queremos ver muita interação entre expositores e visitantes, além de, claro, trazer os conteúdos mais atuais do momento. Todos estes elementos darão um direcionamento aos profissionais de quais caminhos devem seguir no pós-pandemia. Tenho certeza que o BCB SP será uma experiência incrível para todos que, mais do que sobreviverem no novo cenário, desejam se destacar.

BCB SP: Como o universo digital estará presente no próximo BCB SP?

DP: O digital, além de vir para somar, veio para ficar. Costumo dizer que o on-line não vai substituir o físico, mas os dois sempre andarão de mãos dadas. Atualmente, podemos ter palestrantes de todos os cantos do mundo, apresentando conteúdos relevantes a qualquer momento. O digital veio para trazer essas oportunidades sem fronteiras e temos visto como é possível conectar o nosso BCB SP com o mundo a qualquer hora, dia e lugar. Muitas novidades estão sendo planejadas e em breve serão divulgadas. Aguardem!

BCB SP: Quais principais legados o evento deixará para profissionais, marcas e, consequentemente, para o setor de bebidas como um todo?

DP: Tenho certeza que o BCB SP, especialmente este ano, marcará seu nome na história do setor de bebidas como um evento de retomada, atualização profissional e esperança para toda a cadeia de profissionais. Sabemos tudo o que o setor tem enfrentado nesse último ano e no início de 2021, mas este mercado é essencial para a economia do Brasil e do mundo. Por isso, trabalhamos todos os dias para construir um evento relevante e que, de fato, contribua com a jornada de tantos negócios e profissionais. O BCB SP será um grande encontro que trará todas as oportunidades que foram deixadas de lado durante a pandemia. 

Para não perder nenhuma novidade sobre o Bar Convent São Paulo 2021, fique sempre de olho no site e nas redes sociais do evento!

Informações para imprensa

KB!COM | Comunicação Corporativa
11 4332.9808
Giovana Telles – conteudo@kbcomunicacao.com.br
Rogério Porto – jornalismo@kbcomunicacao.com.br