Conteúdo qualificado é ainda mais importante para profissionais do setor de bebidas no pós-pandemia

0
164
Pessoas sentadas em carteiras em sala de aula, com distanciamento social entre elas, enquanto uma delas faz apresentação na frente, à direita da imagem

Em um mundo globalizado e cada vez mais conectado, atualização é algo fundamental em qualquer carreira, principalmente para profissionais do setor de bebidas.

Por isso, o BCB São Paulo é a prova de que o setor de bebidas é bem engajado neste sentido. Basta voltar um pouquinho até as sessões completamente lotadas de palestras e workshops da primeira edição, em 2019. Ou, mais recentemente, ao grande sucesso de público da série digital BCB Shots.

Por ser referência para a comunidade de coquetelaria em toda a América Latina, o BCB São Paulo conversou com Fabio de Francisco, sócio-fundador do Grupo BaresSP, que envolve, entre outras atividades, a Escola de Bares e Restaurantes (ESBRE).

A conversa foi sobre a importância de continuidade dos estudos e ampliação do conhecimento para os profissionais do setor de bebidas e coquetelaria, sem descuidar de validações e referências. Saiba mais!

Profissionais do setor de bebidas precisam estar antenados

Fabio, que também administra o festival gastronômico Comida di Buteco, ressalta que é importante ter uma visão mais ampla do momento de mercado, captando inovações nesse momento de reabertura de bares e restaurantes.

“Estar antenado é essencial em um momento de tantas mudanças. Lógico que, como acontece em todas as áreas, na internet existem conteúdos fracos e é preciso cuidado. Porém, há uma boa quantidade de materiais válidos e gratuitos, o que representa uma boa oportunidade. Quando o setor reaquecer, as vagas que surgirem serão muito concorridas. Logo, com certeza os mais preparados e com maior conhecimento levarão vantagem, tanto nas contratações fixas como temporárias”, afirma.

Cursos e workshops

Fabio também destaca que investir em treinamento online da parte teórica da coquetelaria é uma boa opção nesse momento de distanciamento social.

“O curso de bartender continua sendo o mais procurado porque, por meio dele, profissionais podem conseguir um trabalho fixo ou terem uma renda extra como freelancers. Workshops com cerca de 3 horas, que trazem o uso de bebidas como Gin, Caipirinha e Cerveja Especial, também estão com uma boa procura. Isso acontece principalmente pela necessidade do público em ter uma experiência diferente após o isolamento”, afirma.

“Os cursos de gestão não tiveram uma queda acentuada justamente por conta do surgimento de novos negócios. Além disso, alguns profissionais passaram a buscar estes cursos relacionados à administração, porque pensaram em fechar as portas e precisaram de conhecimento para se reinventar”, diz o especialista.

O cenário pós-pandemia

A relação entre aprendizado, inovação e oportunidade, para o sócio-fundador do Grupo BaresSP, é primordial e ainda mais simbiótica no o cenário atual.

“Muitas vezes, aparece uma oportunidade, mas o profissional não tem conhecimento. Em outros momentos, tem, mas está desatualizado e sem base para a inovação. O que precisamos ter em mente é que inovar não precisa estar relacionado diretamente à tecnologia. Novas formas de preparar um coquetel ou de gerenciar o estoque, por exemplo, já são mudanças significativas”, continua.

Entretanto, para um resultado ainda mais efetivo,estes insights precisam estar alinhados com outros fatores “Manter o relacionamento com nomes de mercado e participar de feiras e eventos como o BCB São Paulo, são fundamentais para quem busca se destacar”, finaliza.

Para conhecer outras tendências do setor de bebidas, assine a newsletter do BCB São Paulo.