Bares apostam em coquetéis autorais para enfrentar a quarentena

0
290
bares-coqueteis-autorais-quarentena

Mesmo com as portas fechadas, bares de São Paulo não param de trabalhar. Para continuar atraindo bons e velhos bebedores e chamar mais gente para o universo dos drinques, barmen e barwomen colocam a criatividade e parcerias na mesa para sobreviver aos tempos de pandemia. Uma das novidades do período são os variados drinques autorais, vendidos engarrafados e levados às casas dos clientes.

Algumas das novas combinações saíram da união de forças de bares e da necessidade dos bares de chamar a atenção dos consumidores.

O Apothek, que recebe apoio da gigante Diageo, se uniu ao Caracol para lançar o Umami Disco, feito com bourbon, saquê, Fernet, xarope de açúcar e infusão de pimentas (R$ 81, 375 ml), e já fez parcerias semelhantes com outros endereços, como o SubAstor e o Cozinha 212.

Agora um drinque colaborativo com o restaurante Komah está nos planos. “Os bares estão tentando que se reinventar”, avalia Gunter Sarfert, que assina a carta de coquetéis do Caracol.

Marcelo Serrano, chefe de bar do Venuto SP, é outro está investido em novidades. Em parceria com a Drinks on The Rocks, ele começou a oferecer o coquetel Robusto, com vodca, Amaretto, suco de limão e purê de pêssego (R$ 119, quatro drinques) em uma caixa.

Essa é uma seleção de conteúdo da Reed Exhibitions sobre o mercado. Para continuar lendo, visite o site Nossa com a matéria completa.