Engenho Boa Vista engarrafa história, em Coronel Xavier Chaves (MG)

0
163
cachaca-engenho-boa-vista

O dia estava com cara de outono. Sol forte e temperatura agradável no campo. E, ao telefone, a voz não escondia o sotaque. “Me chamo Luiz Fernando Silva de Resende Chaves, mais conhecido como Nando Chaves”.

Nando é um típico mineiro de fala mansa e muita história pra contar. Ele voltava da lavoura, onde a “quebra” do milho começava. A colheita feita manualmente, como os antepassados dele faziam, marca o início de uma outra tradição por ali: a produção artesanal de cachaça.

Conversar com o produtor é ter uma aula sobre a história do Brasil. Zootecnista de formação e mestre alambiqueiro por paixão, Nando é parente distante de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes. A bisavó do tataravô dele era Antonia Rita da Encarnação Xavier, irmã mais nova do herói da Inconfidência Mineira.

Com 265 anos de história, o engenho Boa Vista é o estabelecimento mais antigo em funcionamento no país, segundo a Embratur (autarquia especial do Ministério do Turismo) e continua produzindo cachaça artesanal de maneira muito parecida como era feita nas origens do Brasil colônia.

Essa é uma seleção de conteúdo da Reed Exhibitions sobre o mercado. Para continuar lendo, visite o site Mapa da Cachaça com a matéria completa.