A revolução dos descartáveis na coquetelaria

Por Mixology News

descartaveis-na-coquetelaria-bcb
Foto de Joseph Cettina no Unsplash

Os canudos foram só o começo de uma revolução de consumo que afetará a coquetelaria em cheio. Já falamos um pouco aqui na coluna Do Lixo ao Lucro sobre como podemos reutilizar as garrafas e potes de vidros que chegam alguns dos nossos insumos, mas se tratando do ambiente do bar, alguns descartáveis são inevitáveis.

Por exemplo, se o bar é voltado para a calçada, como fazer com copos, mexedores e outros itens essenciais para o desenrolar da operação? Como não termos mais cenas tristes como essa da foto de capa?

Uma boa noticia é que já temos muitas alternativas para os canudos, se conseguimos achar um jeito para esse item onipresente no mundo da coquetelaria, podemos expandir esse pensamento para outros itens.

Só pra contextualizar o quanto é urgente nos atualizarmos com medidas sustentáveis, no Tales of the Cocktails de 2017 (isso mesmo a 3 anos atrás) foi criada a primeira cúpula de sustentabilidade dessa conferência. E entre os problemas abordados, além da pegada de carbono, escolha de equipamentos e o uso consciente da água, o plástico também foi um grande assunto.

Essa é uma seleção de conteúdo da Reed Exhibitions sobre o mercado. Para continuar lendo, visite o site Mixology News com a matéria completa.