Bourbon e Rye Whiskey: Qual é a diferença?

0
250
Bourbon e Rye Whiskey

No Brasil, o whiskey continua a crescer em popularidade e força ao longo dos anos, multiplicando-se nas prateleiras dos bares, empórios e adegas e parece que isso não vai mudar tão cedo.

Isso é bom para o consumidor, que pode conhecer outros estilos e qualidades e apreciar este rico destilado.

Isso é bom para o bartender, que pode se aprofundar na coquetelaria clássica original, e desenvolver um trabalho ainda mais completo.

Como resultado, o rye whiskey voltou da quase extinção para se tornar um dos estilos de whisky mais procurados em bares de alta coquetelaria, já que alguns coquetéis clássicos indispensáveis, como o Manhattan e o Vieux Carré, dão preferência aos rye (centeio) do que ao bourbon (milho).

Como você já pode entender em nossa série Desmistificando Bourbon, a grande diferença entre um bourbon e um rye whiskey é a composição do seu mosto.

O primeiro precisa usar mais de 51% de milho em sua composição, enquanto o segundo precisa de pelo menos 51% de centeio em sua composição.

E aí está a grande diferença sensorial! Por um lado, o milho traz dulçor ao bourbon, enquanto o centeio, da imagem acima, traz ao rye notas picantes e de especiarias.

Abaixo, você será capaz de entender todas as principais diferenças entre esses dois estilos de whiskey.

Essa é uma seleção de conteúdo da Reed Exhibitions Alcantara Machado sobre o mercado. Para continuar lendo, visite o site Mixology News com a matéria completa.