Você sabia que as casas eficientes se pagam mais rápido do que...

Você sabia que as casas eficientes se pagam mais rápido do que imaginamos?

Essas casas são o futuro da construção civil, afinal elas agregam valor, poupam dinheiro e ajudam o meio-ambiente!

Um relatório recente do Rocky Mountain Institute, organização dedicada à pesquisa, publicação, consultoria e palestras no campo geral da sustentabilidade, com foco especial em inovações lucrativas para eficiência energética e de recursos, mostra que cada vez mais as casas eficientes – comumente conhecidas como energia-zero – podem fazer sentido financeiro em grande parte de suas aplicações, com os custos iniciais se pagando sozinhos, pela economia de energia, em menos de uma década.

Na vanguarda dessas construções, mesmo que o discurso de vendas seja em grande parte sobre o conforto, construtores especializados e grandes empresas vão além e pregam mais que apenas a eficiência energética, eles estão falando sobre a mudança climática.

Entre as características principais das casas energia-zero estão um sistema hermético de excelência, isolamento e janelas de triplo-painel especialmente em locais com invernos mais rigorosos. Dentro, aparelhos energeticamente eficientes, iluminação LED altamente eficiente e termostatos inteligentes ajudam a evitar o desperdício de energia. Seus projetos muitas vezes levam a iluminação natural em conta, por isso é de suma importância posicionar bem as janelas para aquecimento solar adicional no inverno e para repelir o calor no verão. Deve-se ter em mente ainda um bom sistema de ventilação para manter a circulação confortável.

Em qualquer lugar do mundo, os custos e benefícios de se construir casas eficientes variam amplamente de cidade para cidade. As maiores economias e retorno do valor investido tendem a ser em locais com tarifas de eletricidade alta e códigos de construção mais antigos. O ponto chave é que a eficiência energética se paga, o que não é o caso de muitas outras grandes despesas em uma casa.

Mesmo que o valor, algumas vezes, ainda assuste, hoje as casas eficientes são realmente acessíveis. Saber sobre isso é importante, já que muitos consumidores, construtores e legisladores relutam em considerar esse tipo de residência por causa da percepção de que os custos são proibitivos. Isso reflete diretamente em seu sucesso, somando apenas 1% de novas moradias em construção desse tipo. Mas as coisas estão mudando.

Enquanto no exterior os majors da construção já se movimentam para erguer comunidades inteiras com casas eficientes que incorporam também o armazenamento de energia e carregadores de veículos elétricos, no Brasil, moradias sustentáveis vão ganhando também seu lugar de destaque, mesmo que mais timidamente. Por aqui estamos começando a ver a ponta do iceberg. E quando ele realmente chegar, vai ser enorme, agregando valor, poupando dinheiro e ajudando o meio-ambiente.

Na última edição da Feicon Batimat, os visitantes conferiram in loco diferenciais sustentáveis dos expositores reunidos na Rota da Sustentabilidade, experiência exclusiva que levou informação, novidades, inovação e oportunidade de relacionamento, por meio de um tour guiado e uma sinalização exclusiva no pavilhão, com soluções sustentáveis seja na fabricação, como na obra e em produtos aplicados.

Assine nossa newsletter e receba os principais conteúdos voltados para as inovações e tendências do mercado da construção civil.

Assine agora!

Facebook Comments