Como a tecnologia na construção está mudando a relação proprietário-empreiteiro

Como a tecnologia na construção está mudando a relação proprietário-empreiteiro

E como isso afeta sua empresa!

A indústria da construção mudou rapidamente na última década com técnicas, materiais e novas tecnologias se tornando cada vez mais comuns. Essas alterações têm representado uma mudança profunda e contínua no relacionamento entre proprietários e empreiteiros.

“Os proprietários esperam mais dos empreiteiros de hoje”, diz o superintendente de uma importante empresa de design e construção. No mercado há mais de vinte anos, ele viu a mudança acontecer em tempo real. “Tudo começa com o e-mail antes mesmo de iniciar o projeto”, diz. “O proprietário quer estar envolvido no processo de concepção, nas mudanças no canteiro de obras, quer instruções constantes, ficar por dentro do passo a passo. Quer transparência e espera que tudo seja mais rápido e melhor do que antes”.

Isso é uma mudança dos tempos, quando o proprietário simplesmente contratava um empreiteiro e esperava que fizessem seu trabalho com atualizações periódicas e uma entrega estimada. Agora, se espera o envolvimento em todas as fases do jogo: da negociação de valores até a entrega.

A fase da pré-construção

Em um projeto de construção tradicional, a fase de licitação é simples. O arquiteto desenvolve um conjunto de planos para apresentar. O proprietário e o arquiteto escolhem com quem trabalhar, baseados na oferta e reputação. Começa, a partir daí, uma corrida para entregar a obra no tempo determinado e manter alta à margem de lucro.

Alguns projetos ainda são executados desta forma, mas em outros casos, a fase de licitação tornou-se colaborativa. Cada vez mais, os proprietários unem-se a arquitetos e engenheiros para identificar problemas potenciais, economizar dinheiro e melhorar o processo, materiais e métodos. “Nós amamos estar envolvidos em todos os passos, o que beneficia o cliente, os contratados e o projeto”. Além disso, envolver todas as partes nas fases iniciais pode adicionar tempo na agenda, o que nem sempre é viável, solidificar a equipe e definir assertivamente o escopo, fazendo a obra transcorrer mais suavemente e com melhores resultados.

A etapa de execução

Tradicionalmente, durante a fase de idealização de um projeto, os proprietários tinham muito pouca visibilidade sobre o processo. Eles podiam visitar o canteiro de obras, desfrutar de um passeio interno, mas estavam à mercê do gerente de obras para confiar que tudo estava indo de acordo com o planejado. Hoje, a combinação de novas tecnologias de construção e mudança de relacionamentos tornou tudo muito mais transparente, com uma comunicação regular entre os envolvidos e até mesmo encontros semanais de briefing e feedback.

A tecnologia de hoje torna possível rastrear cada RFI (ferramenta para qualificação de fornecedores e levantamento de produtos e serviços adequados às necessidades do seu negócio), apresentação, mudança de horário e comunicação. De qualquer lugar, a qualquer hora. Essa transparência de dados significa que nunca há perguntas sobre quem é responsável pelo que, reduzindo a quantidade de vai-e-vém em torno de mudanças no custo ou planejamento.

Tecnologia da construção

A tecnologia torna mais fácil para os empreiteiros abraçarem o envolvimento com o proprietário e torná-lo mais produtivo que nunca. Hoje em dia, numa reunião, se pode apresentar uma modelagem BIM para mostrar as áreas de preocupação do cliente antes mesmo de ir no local, de modo que eles estejam familiarizados com o que conferirão durante a ida ao canteiro de obras.

Em alguns casos, a tecnologia reduz até mesmo o número de passos para atingir o que o proprietário solicita – graças à renderização 3D, 4D e passeios virtuais à obra -, que lhes permite monitorar o progresso remotamente. Isto gera uma economia de tempo que pode ser revertida numa melhor entrega da construção.

A entrega

O processo de entrega pode variar amplamente dependendo da quantidade de informação que foi fornecida e quão precisa a mesma estava. Hoje, a tecnologia torna possível monitorar e manter atualizados desenhos e modelos de todos os aspectos do edifício e entregar esses documentos para o proprietário sem problemas após a conclusão.

Isto tem múltiplos benefícios, garantindo que se tenha dados precisos sobre os detalhes de um edifício para fins de atualização, reparação e manutenção. E também protege o gerente de obras, que agora tem uma detalhada trilha para mostrar o que e porque fez tal coisa, dados úteis, por exemplo, em caso de quaisquer litígios em matéria de qualidade de construção.

Assine nossa newsletter oficial e fique por dentro das principais dicas para alavancar suas vendas, além das notícias de mercado e tudo que está acontecendo na Feicon Batimat 2019!

Facebook Comments