O mercado de materiais de construção não pode se deixar levar pela...

O mercado de materiais de construção não pode se deixar levar pela complacência. Será que sua empresa caiu nessa situação?

Deixar a empresa cair na mesmice não influencia negativamente apenas seus funcionários mas como também os clientes e possíveis prospects

Um desafio para empresas de materiais de construção continua sendo a complacência e, a menos que mude algo, vamos continuar com uma crescente demanda em vendas, que pode ou não ser fácil, confortável e rentável de gerenciar.

Mas o que é ser complacente nesse mercado? De maneira direta, complacência significa fazer o que já vem sendo feito em vendas e marketing, ou seja, reduzir os custos por trás do serviço ao cliente e tornar cada vez mais difícil que eles se interessem em fazer negócios com você. Junto a isso, muitos players de materiais de construção não encontram motivo para tentar algo novo. Simplesmente não querem o estresse que vem com ter uma meta de crescimento agressiva. É muito mais fácil para todos olhar objetivos já conhecidos e facilmente atingíveis.

Você conhece os perigos em ser excessivamente complacente?

  1. Contratantes, arquitetos, construtores, concessionários, distribuidores não são complacentes. Eles não podem ser, estão preocupados com o futuro. Talvez estar mais perto da ação no mercado torna mais fácil para eles verem o perigo da complacência. Esses clientes podem na verdade se tornar irrelevantes e saírem do negócio se não acompanharem os últimos desenvolvimentos e experimentar coisas novas.
  2. Todo dia vemos como os clientes estão ficando à frente das empresas de materiais de construção nos quesitos de fazer negócios, comunicar e tomar decisões de produtos. Muitas marcas estão presas ao passado e se baseiam em antigas soluções.
  3. O mercado está mudando rapidamente e clama por cada vez mais inovação. Mesmo assim, em vez de muitas empresas tornarem-se especialistas nas necessidades deste novo mercado, estão escolhendo ignorá-lo.
  4. A complacência acarreta mudanças inúteis em tentar atender melhor às necessidades do consumidor aliado a redução de custos eu sua fidelização e afins. A maioria dessas alterações parece pequenas e insignificantes, mas seu cliente percebe cada uma delas.

Então, cuidado com a complacência. Para combatê-la é necessário entusiasmo, além de uma gestão que crie formas de motivar funcionários e melhorar sua satisfação no trabalho. Reconheça e recompense seus colaboradores pelo bom desempenho ou torne-o mais desafiador e gratificante. Assim, você garante, da linha de frente de uma empresa a ponta final, que se possa alcançar a excelência nas operações, exceder as expectativas do cliente, e, finalmente, operar de modo mais rentável.

Se você está disposto a se tornar uma empresa que continua inovando e experimentando coisas novas, estará se destacando e colocando mais distância entre você e seus concorrentes. Durante a Feicon Batimat serão apresentadas uma série de inovações e experiências exclusivas que poderão te auxiliar a pensar fora da caixa. Fique de olha na programação!

Facebook Comments