Custos industriais se estabilizam e têm acréscimo de apenas 0,6%

Custos industriais se estabilizam e têm acréscimo de apenas 0,6%

Produtos brasileiros manufaturados tem aumento por conta da valorização do real

No final de 2017 foi registrado o menor ritmo de avanço dos custos com pessoal e bens intermediários industriais, com o acesso a fontes de créditos mais baratas para capitais de giro, estacionando o avanço do custo industrial em 2017. O indicador apresentou um acréscimo de 0,6% em 2017 ao comparar com 2016, o menor avanço desde 2009, que apresentava uma retração de 1,9% nos custos industriais.

Recentemente, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou dados que mostram que a redução de custos para as empresas tomarem capital de giro foi uma das principais colaborações na contenção dos custos do setor. Isso mostrou a decaída do índice de 20,9% na média anual, seguindo a forte redução na taxa básica de juros da economia, a Selic, hoje no piso histórico de 6,75% ao ano.

Os bens intermediários importados também tiveram o seu peso de custo reduzido, chegando a apresentar custo tributário de 0,4% a menos do que em 2016. Já os custos com pessoal, energia e bens intermediários de origem nacional foram fatores que levaram um acréscimo no índice dos custos industriais no ano passado.

Com o aumento dos custos industriais estabilizados, a lucratividade da indústria pode crescer, segundo a CNI, e teve avanço nos preços de produtos manufaturados de 1,6% a mais do que o custo do setor.

Isso porque os produtos internacionais tiveram os preços, em reais, mais baixos com média de 7,7% em 2017, número alarmante em comparação a média de 2016. De acordo com a CNI, o preço dos manufaturados nos Estados Unidos, em reais, apresentou retração de 6,2% mostrando que as exportações brasileiras no mercado externo também ficaram com preço mais elevado, por conta da valorização do real.

No quarto trimestre de 2017, os custos industrias subiram 2,9% em relação a 2016, já em comparação com o terceiro trimestre de 2017 foi de 1,6% o avanço apresentado aos custos industriais.

Para saber mais informações sobre o mercado industrial, tendências e avanços tecnológicos, acesse: http://bit.ly/PlásticoVirtual.

 

Esse conteúdo é de autoria da Plástico Virtual, media partner da MECÂNICA MANUFACTURING EXPERIENCE.

Facebook Comments

Deixar uma resposta