Secretaria de Segurança da Paraíba moderniza rede de radiocomunicação

Secretaria de Segurança da Paraíba moderniza rede de radiocomunicação

Com novo sistema, será possível integrar a comunicação entre todas as forças de segurança

A Secretaria de Segurança e Defesa Social da Paraíba assinou contrato com a Motorola Solutions para atualização do sistema de comunicação de missão crítica com tecnologia digital no padrão Tetra, que promoverá interoperabilidade entre agências de segurança pública do estado.

O sistema integrará comunicações entre as forças de segurança, o que inclui Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Sistema Penitenciário e Departamento Estadual de Trânsito (Detran). O novo sistema ajudará a melhorar a eficiência das operações no estado em uma área de quase 57 mil quilômetros quadrados. Todas as comunicações entre usuários serão criptografadas, impedindo escutas não autorizadas e protegendo os policiais envolvidos nas operações.

Segundo Cláudio Lima, secretário da Segurança e da Defesa Social no estado, a atualização do sistema faz parte de uma série de investimentos do Governo do Estado da Paraíba para aprimorar o atendimento dos serviços de urgência. “Essa é uma medida estruturante para a consolidação do Sistema Integrado de Segurança Pública que aperfeiçoará os trabalhos de atendimento e oferecer um serviço de qualidade à população”, explica.

O projeto inclui a consolidação de 35 consoles de despacho, que têm o papel de receber, priorizar e enviar chamadas de atendimento para uma resposta rápida à população. O contrato também prevê a entrega de 5,6 mil rádios, sendo 4 mil portáteis, 1,3 mil móveis e 332 fixos, com capacidade de expansão conforme demanda dos usuários.

Lima ressalta que, até então, o sistema da Paraíba era analógico e a comunicação entre as forças não era compatível. “Com o novo sistema será possível integrar a comunicação entre todas as forças de segurança, ampliar a cobertura, de forma que não se perca a comunicação caso ele esteja em outra cidade ou em áreas onde não conseguia sinal via rádio”, reforça.

A tecnologia digital também permite o desenvolvimento de diversas aplicações tecnológicas como, por exemplo, a utilização do GPS. “Todos os terminais adquiridos possuem GPS integrado e podem ser rastreados por essa rede digital, que possui um computador central muito potente. Ela fornece a localização exata de cada terminal, seja ele de viatura ou HT [rádio de mão] que o policial estará portando”, explica o secretário, acrescentando que com o sistema, será possível identificar o agente de segurança pública mais próximo de uma ocorrência, para uma resposta mais rápida e efetiva.

Fonte: ITForum 365

Facebook Comments