Eficiência energética pode gerar 500 mil empregos no Brasil, diz OIT

Eficiência energética pode gerar 500 mil empregos no Brasil, diz OIT

Photo by Adolfo Félix on Unsplash

A transição do Brasil para a economia verde, com menos intensidade de carbono e recursos naturais, vai gerar amplas possibilidades de novos empregos que superarão a inevitável perda de postos de trabalho no país.

A conclusão é de estudo da Organização Internacional do Trabalho (OIT), com base em três cenários sobre a promoção de uma economia mais respeitosa do meio ambiente de agora até 2030. O relatório “Emprego, Questões Sociais no Mundo 2018” leva em conta somente medidas que os governos deverão adotar para implementar o Acordo de Paris, que visa limitar o aquecimento climático

Dados aos quais o Valor teve acesso mostram que a grande maioria dos setores da economia brasileira vai se beneficiar: de 163 setores econômicos analisados, 137 terão crescimento de postos de trabalho, enquanto 26 vão eliminar empregos.

O setor com maior potencial de criação de empregos nesse contexto é a construção civil e produção de eletricidade alternativa. Os ganhos se propagam em todos os setores econômicos.

O primeiro cenário da OIT se baseia em medidas que um país deve tomar para produção e consumo de energia pela implementação do Acordo de Paris, que visa limitar o aquecimento climático a 2 graus Celsius.

No caso do Brasil, a estimativa é de que novas práticas sustentáveis nesse caso vão gerar 440 mil empregos em termos líquidos a mais na economia em 2030 em comparação com a manutenção das tendênciais atuais.

De um lado, serão destruídos 180 mil postos de trabalho, principalmente na produção de energia baseada em combustíveis fósseis e no cultivo de cana-de-açúcar.

Ao mesmo tempo, serão criados 620 mil novos postos de trabalho, dos quais pelo menos 500 mil podem vir com serviços relacionados a menor demanda energética nos prédios, com construção ou renovação que dá mais atenção à eficácia dos recursos.

A indústria no país com maior potencial criador de emprego como percentual de postos de trabalho na indústria é a da produção de eletricidade eólica: 79,6%.

 

Essa é uma seleção de conteúdo da Reed Exhibitions Alcantara Machado sobre o mercado. Para continuar lendo, visite O Valor.

 

Facebook Comments