EPE projeta 117 novas usinas até 2050 e moagem acima de 1...

EPE projeta 117 novas usinas até 2050 e moagem acima de 1 bilhão de toneladas de cana

Relatório prevê a entrada de 37 usinas de etanol de primeira geração e 80 de segunda geração em 31 anos. Capacidade de moagem das unidades já existentes aumentaria em 188 milhões de toneladas

Planejar é preciso. E projetar o crescimento para a próxima década é uma das funções do governo. Porém, desta vez, a Empresa de Pesquisa Energética, vinculada ao Ministério de Minas e Energia (MME), foi mais longe: enquanto as estimativas anteriores do órgão em relação ao setor de etanol iam até 2030, um novo relatório avança o horizonte até 2050.

Entre as projeções estão uma taxa de crescimento constante de novas usinas e uma moagem final acima de um bilhão de toneladas – desde que sejam feitos investimentos na expansão da capacidade já instalada. A análise, que esteve disponível para comentários até domingo (17), é um dos documentos disponibilizados pela EPE como parte das referências para o Plano Nacional de Energia 2050 (PNE 2050).

Essa é uma seleção de conteúdo da Reed Exhibitions Alcantara Machado sobre o mercado. Para continuar lendo, visite Nova Cana.

Facebook Comments