Açúcar e etanol: o que esperar no médio e longo prazo?

Açúcar e etanol: o que esperar no médio e longo prazo?

Um novo governo Jair Bolsonaro. Durante a preliminar do jogo principal que começa em 1º de Janeiro de 2019 tudo corre bem, o que é uma boa notícia para as elevadas expectativas dos brasileiros por um Brasil melhor.

Até agora, tudo indica que teremos uma política econômica voltada para o livre mercado e com estímulos à livre concorrência. Tudo indica que veremos a participação do Estado na economia ser reduzida. Vamos admitir que isto ocorra ao longo do tempo para o bem do Brasil.

E o setor de cana-de-açúcar? Como ficará neste novo desenho político, social e econômico que temos pela frente ?  

Acredito que o açúcar e o etanol de cana-de-açúcar, bem como a cogeração de eletricidade de bagaço de cana, no conjunto, será estimulado a competir de forma crescente, do lado da oferta, com produtos concorrentes. Neste caso, cabe lembrar etanol de milho, açúcar de beterraba, energia renovável eólica e solar, além das hidrelétricas.

Essa é uma seleção de conteúdo da Reed Exhibitions Alcantara Machado sobre o mercado. Para continuar lendo, visite Blog Canal Rural com a matéria completa.

Facebook Comments