A matriz energética brasileira ganha novo aliado: RenovaBio

A matriz energética brasileira ganha novo aliado: RenovaBio

Créditos: Photo by Karsten Würth on Unsplash

A principal pauta do setor sucroenergético do País será tema de discussões na Fenasucro & Agrocana, que ocorrerá em Sertãozinho, de 21 a 24 de agosto.

Muitos foram os debates nos últimos anos a respeito de novas formas de energia e sustentabilidade ambiental. Entre opiniões diversas e estratégias distintas, a nova política nacional de biocombustíveis anunciada pelo governo, RenovaBio, nasce como uma proposta de mudanças e oportunidades para o setor.

O objetivo da medida, segundo o ministério de Minas e Energia, é reconhecer o papel estratégico de todos os tipos de biocombustíveis na matriz energética brasileira, tanto para a segurança energética quanto para mitigação de redução de emissões de gases causadores do efeito estufa. Um dos aspectos que torna o RenovaBio singular é o fato de não ser proposta, por exemplo, a criação de um imposto sobre carbono, mas a construção de um diálogo com o setor privado aliado a eixos táticos.

Créditos: Photo by Gabriel Jimenez on Unsplash

Essa atuação é importantíssima no contexto de um país que possui uma das matrizes energéticas mais limpas do mundo. Para o professor titular do departamento de administração da FEA RP/USP, Marcos Fava, o RenovaBio pode ser um impulso para esse setor que, segundo ele, nunca saiu de um importante lugar de protagonismo. Além disso, a difusão do consumo de bioenergia para o mercado e para a sustentabilidade brasileira é fundamental, e o país deve se colocar globalmente como green energy country ou low carbon country, sendo esse posicionamento “importante para conquistar um respeito internacional cada vez maior”, diz ele.

A 26º feira internacional de tecnologia sucroenergética Fenasucro & Agrocana, que irá acontecer de 21 a 24 de agosto de 2018, no Centro de Eventos Zanini, em Sertãozinho, irá oferecer as ferramentas qualificadas para quem quer acompanhar de perto tal mercado. Um ritmo pulsante e promissor como esse requer, por exemplo, que as empresas reestruturem suas estratégias e, segundo o professor titular da USP, “sempre pensando na excelência operacional, no controle de custos e na adoção de tecnologias que permitam construir margens”

Com a participação de mais de 1 mil marcas, 100% das usinas do Brasil e de mais 43 países, a Fenasucro & Agrocana possibilita essa troca de expertise de maneira prática. O evento, que terá mais de 350 horas de conteúdo, conversa com o caráter inovador do RenovaBio, oferecendo a seus expositores e visitantes a oportunidade de se relacionar e fechar negócios com os principais players do mercado sucroenergético e com novos segmentos, além de atualizar o profissional do setor.

Participar da Fenasucro & Agrocana é ser reconhecido pelo setor de açúcar, etanol e bioenergia como representante dos novos pilares da eficiência energética do mundo, e o novo aliado da matriz brasileira vem como parte essencial dessa cadeia.

 

Esse é um conteúdo exclusivo da Reed Exhibitions Alcantara Machado sobre o mercado. Matéria publicada originalmente no G1.

Facebook Comments