CNI vê espaço para retomada em 2015

CNI vê espaço para retomada em 2015

O atual exercício poderá encerrar com um novo alento no ritmo da indústria. As previsões estão no Informe Conjuntural – Economia Brasileira, divulgado em janeiro último, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) que estima crescimento de 1% para o setor em 2015. A estimativa se apoia no aumento da competitividade do setor, ainda dependente de medidas no campo tributário, trabalhista, burocrático e de investimentos em infraestrutura. O segundo semestre do ano, conforme a entidade, se constituirá no momento da, embora tímida, recuperação. No enfrentamento entre exportações e importações, a CNI aposta que ao final de 2015 o saldo comercial será positivo em US$ 7,5 bilhões.

No mesmo estudo, a entidade dá o recado: o avanço da competitividade depende de melhoria no nível de confiança dos agentes econômicos, do aumento da taxa de investimento, da redução dos custos de produção e da criação de um ambiente mais favorável aos negócios.

Comentários