NOVO FORMATO DA FEIMAFE AGRADA PÚBLICO E PROPORCIONA VISITAS ESPECIALIZADAS

16ª edição da Feira reuniu mais de 550 marcas e mostrou que a interação de produtos expostos com apresentação de conteúdos técnicos teve a aprovação de visitantes/compradores.

São Paulo, junho de 2017 – A 16ª FEIMAFE – Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Sistemas Integrados de Manufatura, que terminou no sábado, dia 24 de junho, trouxe um novo formato aprovado pelo público presente, a começar pela grande movimentação de pessoas que se guiaram pela Rota da Inovação e pelas visitas na Arena da Robótica e Automação Industrial. A FEIMAFE 2017 registrou a presença de 34.674 mil visitantes que vieram conferir no evento os novos produtos e inovações demonstrados em diversas ilhas temáticas. Esta edição reuniu cerca de 550 marcas expositoras e ofereceu mais de 150 horas de conteúdo técnico gratuito. Pelo resultado apurado diretamente com os expositores, o ambiente de negócios também foi bastante propício, com vários fechamentos já durante o evento e boas perspectivas para concretizar futuras transações.

“Os eventos com esse perfil da FEIMAFE estão mudando bastante por conta das profundas transformações que vêm acontecendo com a indústria no Brasil e no mundo, cada vez mais digitalizada e interconectada. E um dos principais objetivos da FEIMAFE é oferecer experiências inovadoras para essa nova realidade e propiciar aos expositores e aos visitantes/compradores a oportunidade de obterem novos contatos de clientes para ampliarem seus portfólios”, relata Gustavo Binardi, diretor de Eventos da Reed Exhibitions Alcantara Machado. “Contudo, a constatação que tivemos nesta edição foi a de que muitos negócios já foram gerados nos cinco dias da Feira”, afirmou.

A FEIMAFE 2017 colocou à disposição uma série de experiências interativas dentro da Rota da Inovação. Trata-se de um roteiro que permitiu aos visitantes conhecerem na prática o funcionamento das novidades oferecidas pelos expositores. São produtos e serviços que estão transformando as tradicionais plantas industriais em “manufaturas inteligentes”, a chamada Indústria 4.0, ou seja, um ambiente de produção com conectividade digital, otimização contínua dos processos, rede de comunicação descentralizada e operação visando reduzir custos. Na prática, o avanço dessas tecnologias também foi apresentado no espaço Manufatura Inteligente com a demonstração de máquinas industriais que se auto programam, sem a interferência humana, melhorando o processo produtivo e evitando falhas.

A outra finalidade da Rota da Inovação é levar aos interessados o que há de mais moderno em técnicas e inovações a fim de se aprimorarem através das apresentações e práticas em qualificação profissional na indústria. No espaço da Arena da Robótica e Automação Industrial, em conjunto com a Arena do Conhecimento, além do Fórum FEIMAFE, os visitantes puderam assistir e participar de experiências e palestras sobre robótica, automação industrial, manufatura digital entre outros.

“Trabalho na área de automação predial, e venho à feira para conhecer novidades. Até agora, pelo que vi, a ideia da Rota da Inovação foi muito bem pensada, pois está oferecendo uma referência sobre o que ver na feira” – opina o engenheiro e consultor Johann Huber, da Arkoss Sistemas de Automação. O visitante Maurício de Abreu, gerente de Projetos da MRA Indústria também aprova o modelo. “Não tinha visto uma iniciativa como essa antes, é uma boa ideia porque direciona o visitante. Meu objetivo era visitar companhias voltadas para impressão 3D, e estou conhecendo diversos produtos”.

 

EXPOSITORES ELOGIAM PERFIL DO PÚBLICO PRESENTE

Visitantes com poder de decisão em suas respectivas empresas, com cargos como diretores, gerentes, presidentes ou mesmo proprietários, circularam bastante pelos estandes das marcas presentes da FEIMAFE. “Acredito que a qualificação do público foi alta. Não houve curiosos, mas clientes focados em negócios, seja para compra imediata ou para projetos futuros”, constatou Eduardo Trevisan, gerente geral da Deb’Maq. Segundo ele, a empresa também conseguiu bons resultados comerciais, fechando negócios 20% maior que a última feira do setor que participou, a MECÂNICA 2016.

O diretor presidente da Yaskawa Motoman, Icaru Sakuyoshi, também elogiou o público presente e afirmou que a marca não costuma vender robôs durante a Feira, mas nesta edição da FEIMAFE foi possível fechar negócio. Outro motivo de elogio do executivo foi a importância da Arena da Robótica para os visitantes, que segundo ele “abriu um leque de oportunidades, de vislumbrar aplicações diversas e principalmente de interagirem com as novas tecnologias, quebrando o gelo e barreiras”.

João Carlos Visetti, diretor-presidente da TRUMPF do Brasil, classificou os visitantes da Feira como “ótimos, qualificados e interessados em realização de negócios, tivemos até visitantes da Bolívia, por exemplo”. Para a TRUMPF, além de novos contatos, duas vendas foram fechadas durante a Feira, revelou Visetti. Já na avaliação de Ricardo Lerner, diretor do Grupo Bener, “a relação visitante versus qualidade foi melhor do que o normal. Atendi realmente tomadores de decisão”.

Essa também foi a percepção de Reinaldo Bonilha, gerente geral da Hans Laser, que afirmou ter fechado negócios no evento justamente pelo fato de poder estar em contato direto com quem toma decisões.  “Vimos que os empresários que nos visitaram já chegam com os investimentos definidos e, portanto, prontos para comprar. A Hans Laser veio à FEIMAFE acreditando na retomada dos investimentos por parte do mercado e vimos que isso se concretizou pelos inúmeros contatos que fizemos”, ressaltou o executivo.

“Os visitantes que recebemos estão realmente interessados em conhecer as novas tecnologias. Posso garantir que o visitante que está vindo aqui está em busca de soluções para sua empresa”, afirmou Andreia Cavalli, gerente comercial Latino America da 3D Systems. Ainda segundo ela, os produtos da empresa são de alto valor agregado, o que exige uma análise mais apurada do cliente para decidir pela compra. “Fechamos bons contatos na FEIMAFE, que esperamos que se concretizem em novos negócios”.

Várias empresas também aproveitaram os benefícios da interação para mostrarem suas novidades. A ESAB apresentou três lançamentos e pela primeira vez os visitantes tiveram a experiência de testar alguns produtos, como a máquina Rebel 215 capaz de realizar multifunções nos processos de solda dos materiais. “Mais de 200 mulheres participaram dessa experiência, que exige precisão, leveza e atenção, traços peculiares do perfil feminino”, contou Daniel Guimarães, gerente nacional de vendas e marketing.

Da mesma forma, a Lincoln Electric trabalhou na FEIMAFE a proposta da interação com o público, seguindo o padrão do que a empresa apresenta na maior feira de metalmecânica, realizada em Essen, na Alemanha. “Desta forma, conseguimos atrair a atenção dos visitantes. A Rota da Inovação foi sensacional e trouxe muita gente para nosso estande”, afirmou Renato Billa, analista de Marketing.

 

ATIVIDADES COM INSTITUIÇÕES DE PESQUISAS E DE EMPRESAS SÃO BEM SUCEDIDAS

Um dos pontos altos da FEIMAFE foi a participação de institutos de ensino e de pesquisa, além de empresas especializadas em soluções inovadoras, que puderam mostrar seus experimentos permitindo a interação com o público. O Instituto Avançado de Robótica (IAR) levou à FEIMAFE uma unidade móvel para treinamento em robótica e segundo Rogério Vitalli, diretor executivo, o número de visitantes superou as expectativas, “a ponto de não conseguirmos quase dar conta do atendimento a partir do terceiro dia do evento”.

“O público que nos visitou foi muito variado, desde empresários, funcionários de empresas a estudantes. Mas o que eu achei muito importante foi que todas as perguntas que respondemos eram de pessoas com um grau de conhecimento relativamente alto, de visitantes que realmente estão familiarizadas com a robótica”, contou Plinio Thomaz Aquino Junior, departamento de Ciência da Computação do Centro Universitário FEI.

O nível de formação do público também causou boa impressão a Fernando Silveira Madani, coordenador do curso de Engenharia de Controle e Automação do Instituto Mauá de Tecnologia. “A visitação no nosso estande foi sensacional. A experiência foi muito boa principalmente pela oportunidade de apresentar nosso trabalho aos pequenos e médios empresários, que ainda não conhecem as possibilidades de melhorias em automação nas suas indústrias por acharem que são muito dispendiosas”.

COMPANHE OS DESTAQUES DA FEIMAFE ATRAVÉS DE VÍDEOS E DE FOTOS COM EXPOSITORES E ESPECIALISTAS

Vídeoshttp://www.reedalcantaranoticias.com.br/feimafe/2017/06/20/os-destaques-da-feimafe-prontos-para-voce-assistir/

Fotoshttps://www.flickr.com/photos/feimafe/

Sobre a FEIMAFE

Há mais de 30 anos a FEIMAFE – 16ª Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Sistemas Integrados de Manufatura – é referência e o mais avançado evento na América Latina para a manufatura industrial, sendo um acelerador de negócios para a indústria. A FEIMAFE apresenta tecnologias, traz inovações, promove negócios, desenvolve relacionamentos e expande o conhecimento do público para as novas tendências e lançamentos do mercado. O evento reúne as principais empresas do setor proporcionando um ambiente adequado para o relacionamento comercial e demonstrações de novos produtos e serviços.

 

Mais informações para imprensa:

2PRÓ Comunicação

e-mail: reed@2pro.com.br

Teresa Silva – (11)3030-9463

Myrian Vallone – (11) 3030-9404

Luciano Somenzari (11) 3030-9435

 

Facebook Comments