O acordo de livre-comércio União Europeia-Mercosul forçará produtores brasileiros, especialmente de queijos e bebidas alcoólicas, a mudar embalagens e rótulos com que se apresentam aos consumidores nas prateleiras dos supermercados. Sobrou até para a gigante Ambev: a multinacional precisará abrir mão, em um prazo de dez anos a partir da entrada em vigência do tratado, de sua marca de cerveja Budweiser.

Essa é uma seleção de conteúdo da Reed Exhibitions Alcantara Machado sobre o mercado. Para continuar lendo, visite o site Valor Econômico com a matéria completa.